•.¸¸.ஐJardim das delícias

A poetisa olhava-a fixamente da fresta da cortina. Linda. Observava-a no jardim da casa dela, cuidando de uma roseira. Da janela de seu quarto, acompanhava a movimentação da vizinha. Mãos revolviam a terra, limpavam o suor da testa, deixando caminhos marrons na face.

De olhos profundos e inquietantes, espreitava a beleza, com cintilante vontade de provar as melodias dos beijos quentes prometidos por aqueles lábios. A jardineira regava as flores sem saber que molhava também outra flor, oculta, querente. Valentina soube antes escrever o que o céu desenhava, os traços escorrendo pela tinta como fragmentos de um pincel desnivelado, as formas divagando sobre a natureza que os seios-botões lhe insinuavam.

Embebida em leves nuances de paixão e alegria, desejou percorrê-la na intemporalidade dos sonhos. Vontade de um toque, um abraço, um gosto. Um canto quase místico alcançou-lhe os ouvidos. A beleza era mais do que a voz.

Viu-se descendo os degraus até o portão. Viu-se seguindo os passos que tanto imaginou. Viu-se entrando no jardim onde vagueavam seus versos flamejantes. Viu-se diante dos olhos orvalhados de luar que tanto a fascinavam.

Sorriso. Surpresa. E eclodiu a centelha no desejar profundo. Incandescentes pétalas deixaram a corola que as abrigavam e foram beijar-lhes os pés. Ao toque da paixão, os lábios consumiam os sóis de outros céus, vivendo o encontro cujos gemidos caíam no equinócio de uma voluptuosa primavera.

12 comentários:



Izinha disse...

É o encontro do amor, a imensidão do sentir, desejar e consumar....lindo texto, amiga.

E a semana como foi?

mil beijos e um fds cheinho de amorrr prá ti!

Max Psycho disse...

Bruh, adimiro muito seus textos, sua poesia, apesar de falar do amor, é sem´pre cativante, sem palavras para te elogiar, meus parabéns gatinha linda

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

É mágico! Assim como o amor: vem , e pronto! Lindo texto querida. obrigada pelo carinho.
beijos e um bom domingo para você

Izinha disse...

Foi uma correria só, espero q essa semana seja um pouquinho mais calma...mas dou conta tb..rs

bjos prá ti!

Avassaladora disse...

"Ao toque da paixão, os lábios consumiam os sóis de outros céus, vivendo o encontro cujos gemidos caíam no equinócio de uma voluptuosa primavera."

BruneLLa, confesso que voltei lá no seu perfil para confirmar sua idade.
Porque fiquei imaginando como uma menina, tão jovem, consegue escrever tão lindamente!
Tens o dom! O dom de criar, de escrever, de pegar as palavras e pintá-las com as cores do arco-iris!

Parabéns, menina!

Beijos e carinhos

Pelos caminhos da vida. disse...

Tem selinho la pra vc.

Bom domingo.

beijooo

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Adorei!

paula barros disse...

Gosto da sua forma de escrever, desperta e prende a atenção do leitor.

Sempre com frases poéticas e romanceadas.

abraços, boa semana.

em azul disse...

Os lábios são como pétalas... e a Primavera desperta-os para o amor.

Um beijo
em azul

Anja Rakas disse...

As épocas temporais são sempre assim....uma voluptuosa surpresa.

Lindo como só tu sabes.

Beijao

Nilson Barcelli disse...

Um belíssimo texto cara amiga.
Gostei imenso.
Bom resto de semana para vc.
Beijo.

Véu de Maya disse...

Fluente como a inspiração que te abençoa...e que acabará por te escolher no jardim perfumado da tua escrita.

beijinhos

véu de maya