•.¸¸.ஐ Sussurros da alma

EU:
não consigo explicar o que fiz ao certo
talvez seja exatamente o que fiz de errado
e a noite parou de me falar
e o vento cansou de cantar a meus ouvidos
e a lua não me olha mais

dói não saber me dar as respostas
dói fechar os olhos e desconfiar dos sonhos
dói saber que não é certo querer
e continuar assim, tão querente...

de tanto me esquecer, acabei perdida em outras
de tanto me metamorfosear, acabei perdendo a essência
de tanto me procurar, acabei encontrando dores
e mesmo no sorriso, a alma chora em mim

uma borboleta de silêncio atravessou os versos ao meio
erguendo-se asas trôpegas, veio acudir-me da insônia
a poucos passos de meus pecados,
duas gotas compridas lacrimejaram inquietações

que quer que eu diga mais?
como sabe que eu me sinto?
qual delas quer que eu seja agora?
por que não me deixa em paz?

A ALMA:
estou assim porque você está assim
você me faz perguntas, mas não tenho as respostas
e sei que isso a faz infeliz...
você se sente pequena, e isso me faz pequena também...
você está tão só, e eu me sinto sem você...

22 comentários:



Véu de Maya disse...

Bru,plumalinda,

que fascinante esta tua busca...O Eu e a Alma...me comoveste com sua beleza literária e com sua penetração psicológica...não há tristeza que um coração como o teu não venha a absorver...o ser e o devir se hão de encontrar no teu auge do sentir e do escrever...admiro a tua escrita.

beijinhos,

Véu de Maya

Avassaladora disse...

"...dói não saber me dar as respostas
dói fechar os olhos e desconfiar dos sonhos
dói saber que não é certo querer
e continuar assim, tão querente..."

Bru, minha menina, nunca sabemos ate´que ponto podemos querer...
Mas sempre estamos querendo...
Não desconfie dos sonhos... Sonhe sempre!

Eles podem não se realizar, mas vc pode sempre sonhar!

Beijos e carinhos mil!

Cadinho RoCo disse...

Uma coisa é se permitir, outra é se impor à permissão.
Cadinho RoCo

bia de barros disse...

Tenho a impressão de já encontraste o que procuras:
'All you need is inside of you.'
*-*

obrigada por tuas doces palavras,
sempre.

beijos de luz,
bea.*

Marcia Paula disse...

Bru:

Fortes versos. Tocantes. Feliz dia das namoradas, querida. Beijinhos.

Max Psycho disse...

Bruh, muito fera o texto, mas como eu sempre digo e acabei comprovando recentemente, o amor só traz dor e duvidas, portanto, não vale a pena, bjus minha gata linda e ótimo final de semana

Izinha disse...

bom dia amiga,

essa busca pelo querer compreender os fatos e os questionamentos levam a amadurecer um pouco mais e a tentar compreender determinadas atitudes...para q o reencontro tb possa ser mais fortalecido.

bjos!

Tempestade disse...

Bru,
Obrigada pela visita!
Seu blog é lindo!
Volte lá em casa sempre que quiser.
Beijos Tempestuosos!

Vivian disse...

...farfalla bela,

hoje vou de romantismo
poético...rss

...hoje é o dia dos namorados,
dos enroscados, dos enrolados,
dos ficantes e tudo mais
que envolva romance,
envolva amor...
amor esta energia vital
que nos faz levantar cedinho,
olhar no espelho com cara de
bobos, achar o caminhão do gás
e sua musiquinha uma sinfonia,
pegar fila no trânsito como se
estivesse numa procissão
do santo preferido,
sorrir para o cobrador de
impostos, usar um sapato
apertado, tomar um café
frio, rsss
como se tudo isso fosse
a maravilha do mundo...
então,
movidos a este singular
sentimento, segue
a humanidade entre encontros
e desencontros, mas nunca
perdendo a esperança de
se encontrar na aterna
busca do Amor.

Feliz dia dos namorados!!

bjbj

Úrsula Avner disse...

Reflexivo, profundo texto minha querida. Bjs com carinho.

Dois Rios disse...

Linda Bru!

A alma é o nosso espelho, a nossa identidade e o nosso alicerce. Não há um "eu" sem a essência dela. Eles sem completam, se absorvem, se enleiam e tornam-se um só. Não há dores do nosso "eu" que a alma não sinta. Eles navegam e naufragam juntos. Quando a nossa alma diz que está só é porque estamos sós de nós mesmos.

Você é tão linda, Bru! As suas escritas me comovem!

Meu beijo carinhoso,
Inês

Cadinho RoCo disse...

Pazssada do dia dos namorados.
Cadinho RoCo

Gilbamar disse...

Uma viagem ao recôndito, um tour pelo silêncio do seu próprio EU.

Poético abraço.

paula barros disse...

Gosto muito da sua forma de escrever, triste ou alegre, a qualidade é enorme e me fascina.

"de tanto me procurar, acabei encontrando dores
e mesmo no sorriso, a alma chora em mim"

As vezes na procura encontramos dores, mas depois a beleza e novos voos virão, com leveza e autoconhecimento.

abraços, bom final de semana.

Max Psycho disse...

Bruh sem palavras pra agradecer o carinho e atenção que voce tem para com meu blog, obrigado de coração

Úrsula Avner disse...

Oi minha cara, lindo poema , de uma sensibilidade ímpar ! Bjs na alma.

Pelos caminhos da vida. disse...

Obrigada pela sua visita amiga.

Fim de semana de bençãos.

beijooo.

Bill Stein Husenbar disse...

Belos sussuros de uma alma tão pura...

BSH
http://desabafos-solitarios.blogspot.com/

A.S. disse...

Não discutas com a alma... ela tem sempre razão!!!


Beijos...

O Profeta disse...

Nasceu!
Nascem a todo o instante
Os sentires vindos da alma
Tatuados a cada semblante

Um beijo na tua procura
Um abraço fica suspenso
Um sorriso desponta da tristeza
Um olhar prende o momento


Boa semana


Doce beijo

ZezinhoMota disse...

Os sussurros da alma, são por vezes desassossegos que a alma importuna e sofre.

Gosto de te ler.


Bom fim de semana (já é um resto).

Fica bem.

Bjnhs

ZezinhoMota

Jacke-*Dorothy* disse...

cara adorei..
vou fazer um novo blog gostaria de postar este msm.. e colo a autoria
arranjando assim tbm mais seguidores pra ti..